Guia de Encontros

Mitos sobre encontros online

Todos os dias se inscrevem milhares de pessoas em sites de encontros, mas muitas ainda se recusam a fazê-lo porque acreditam em alguns mitos que iremos tentar desmistificar.

Mito #1: os sites estão cheios de pessoas mentirosas e perigosas

Volta e meia aparecem notícias na comunicação social sobre assaltos, chantagens e outros engodos praticados nos sites de encontros. É verdade que elas acontecem, e por isso mesmo é que os sites de encontros publicam não se cansam de emitir e publicar dicas para que os encontros corram de forma segura. Tal como em bares, discotecas e outros sítios onde as pessoas se juntam para socializar, haverá sempre quem se queira aproveitar e enganar o próximo.

No entanto essas pessoas são uma ínfima parte dos milhares de utilizadores: a esmagadora maioria das pessoas que se registam nos sites de encontros quer genuínamente conhecer alguém - e estes representam uma forma mais segura de o fazer: você pode conversar várias vezes com alguém, na segurança do seu lar e anonimamente, e marcar um encontro quando sentir-se realmente confiante para o fazer.

É por isso que recomendamos o recurso a sites pagos, pois estes - só pelo facto de serem pagos - afastam muitos dos ludibriadores e intrujões, assim como mantêm políticas ativas para afastar membros indesejados, algo que muitas vezes não acontece em sites gratuitos.

Mito #2: os encontros online são para pessoas desperadas e feias

Nada poderia estar mais longe da realidade. Muitas das pessoas que usam sites para encontros fazem-no porque não encontram ninguém interessante nos circulos mais próximos (profissionais e de amizade), não querem andar "ao engate" em bares e discotecas, ou simplesmente não têm muito jeito para abordar outras pessoas.

Os utilizadores desses sites não estão "em desespero" para arranjar alguém: simplesmente procuram amor ou aventura, e a internet é um meio útil, anónimo e seguro para o fazer.

Mito #3: os encontros online não passam para o mundo "real"

Outra ideia totalmente longe da realidade. Estudos em vários sites de encontros (e experiencia pessoal do autor deste artigo) demonstram que os encontros "ao vivo e a cores" acontecem e, tal como em quaisquer outras relações entre duas pessoas, podem ser fugazes ou durar uma vida.

Mito #4: é impossível encontrar "aquela" pessoa online

Esta ideia pura e simplesmente não faz sentido. Os sites de encontros permitem-nos falar com mais pessoas que alguma vez poderiamos conhecer em toda a nossa vida, em circunstancias de dia-a-dia. Sites como o HotCupid possuem milhares de pessoas registadas só em Portugal! E quem disse que você tem encontrar a sua cara-metade no nosso país? Espanha é mesmo aqui ao lado... e maior parte da Europa fica a poucas horas de avião, em tarifas low-cost...